O Curso de Direito do Florence promove o Projeto de Extensão FLORENCE ALÉM DO HORIZONTE

O Curso de Direito do Instituto Florence de Ensino Superior apresenta um novo Projeto de Extensão denominado: FLORENCE ALÉM DO HORIZONTE.

Trata-se de um Projeto de estímulo à aprendizagem que tem por fim agregar valor ao conteúdo ministrado em sala de aula, onde serão apresentadas técnicas de resolução de questões como meio para a revisão de conteúdos, o que servirá como importante suporte para o enfrentamento de provas como a da OAB. O público alvo deste projeto de extensão serão os alunos do 7º ao 10º período.

O Projeto será desenvolvido em 03 etapas: A primeira denominada: MAIS DIREITO, consistirá na etapa de revisão por meio do desenvolvimento de dinâmicas com técnicas de solução de questões. A segunda e terceira etapas formarão o projeto: ALUNO ORGULHO FLORENCE.

Serão realizados vários simulados e, ao final do Projeto, será elaborado o ranking, identificando as três maiores notas no somatório de todos os simulados. Os três melhores colocados de cada turma terão a inscrição do ranking nos seus Históricos, identificando a colocação e o ano em que obtiveram a classificação de melhores colocações. Ao final de cada semestre letivo serão entregues declarações de participação no Projeto com registro e a carga horária total de participação de cada discente.

Aconteceu na última terça-feira (24), no Auditório Antônio Ives Oliveira Gomes – Instituto Florence a apresentação do projeto com a presença da coordenadora do curso de Direito Amanda Tereza Barbosa Gomes, da coordenadora de Pesquisa e Extensão (Conex) profa. Ana Maria Marques e do professor do curso de Direito do Florence Miguel Ribeiro Pereira, que desenvolverá práticas de Coaching, com orientações das melhores técnicas para tornar mais efetivo o sucesso de quem tem um projeto, como no caso, a OAB.

“O aluno quer mais efetividade, mais rapidez e quer aumentar as estatísticas de acerto na prova,  e o Coaching possui técnicas para aconselhar, sendo que essas técnicas, vão dar maior eficiência nas estatísticas, nos acertos na prova. Eu estou coordenando as apostilas com questões da OAB, já que está provado cientificamente que o método mais efetivo de aprendizado tem a ver com resoluções de questões, então, estamos liberando no nosso site as apostilas. Além disso, temos dicas de estudo, porque é preciso estudar certo e iremos orientar sobre quais as melhores formas de realizar os estudos, e isso tudo tendo como fruto análise da Fundação Getúlio Vargas, que é a fundação que faz a prova’’. Explicou o professor Miguel.

ADITAMENTO FIES – Prazo Final

O Instituto Florence de Ensino Superior comunica a todos os alunos contemplados pelo Financiamento Estudantil – FIES, que o prazo para o aditamento será realizado até o dia 30 de ABRIL.

Dúvidas e outras informações podem ser consultadas junto a Comissão do Fies (na Secretaria Acadêmica – SECAD) ou através do número 3878 2109.

16ª sessão do Projeto Direito Sétima Arte será adiada


A Coordenação do Curso de Direito do Instituto Florence comunica à sua comunidade acadêmica que a 16ª sessão do Projeto Direito Sétima Arte que seria realizada neste sábado, 14 de abril, foi adiada a pedido dos alunos em função da aproximação da semana de provas.

O evento acontecerá no dia 28/04 (sábado) às 8h30, com a exibição do filme:Você Não Conhece o Jack (You Don’t Know Jack)

o filme será exibido no auditório do Núcleo de Práticas Jurídicas (NIPJ). A participação é gratuita, aberta à comunidade acadêmica e dá direito a 4 horas de atividades complementares.

 

Curso de Direito promove debate sobre Direito Sanitário e Judicialização da Saúde

O Curso de Direito do Instituto Florence promoverá um debate com o tema : Direito Sanitário e Judicialização da Saúde: experiências contemporâneas
O debate será realizado dia 20 de abril (sexta-feira), de 19h às 21h, no Auditório Antonio Ives Oliveira Gomes – Instituto Florence. A atividade será aberta a todo corpo docente e discente da instituição.

Como facilitadores do debate teremos a presença de:
1 – Renata  Caroline Pereira  Reis Mendes – Advogada, Mestra em Cultura e Sociedade. Especialista em Direito Público e Professora do Instituto Florence.
2 -Carlos Eduardo Lula Filho – Advogado, Professor da Faculdade São Luís, Consultor Legislativo  e Secretário Estadual de Saúde do Maranhão.

3- Maria Vitória Soares – Advogada e Bacharel em Direito.

Inscrição : 1 kg de alimento não-perecível que deverá ser entregue na coordenação do curso de Direito. 

Carga horária de 4 horas.

Maiores Informações: 3878.2105

Curso de Direito realiza 16ª sessão do Projeto Direito e Sétima Arte

16ª sessão do Projeto Direito e Sétima Arte discutirá o Filme: Você Não Conhece o Jack (You Don’t Know Jack)

No dia 14 de abril (sábado), às 8h30, a Coordenação do Curso de Direito do Instituto Florence realizará a 16ª sessão do Projeto Direito e Sétima Arte. Para essa edição será exibido o filme:

Você Não Conhece o Jack- A Discussão será sobre o direito à vida e o princípio da dignidade, suicídio assistido e diretivas antecipadas de vontade no ordenamento jurídico brasileiro.

Sinopse – Jack Kevorkian (Al Pacino) sempre defendeu que o ser humano tem o direito de morrer com dignidade, escolhendo a forma como deseja encerrar a vida diante de doenças terminais. Apoiado pelo amigo Neal Nicol (John Goodman) e por sua irmã Margo Janus (Brenda Vaccaro), ele passa a prestar uma “consultoria de morte”. Desta forma, Jack ajudou em mais de uma centena de suicídios assistidos, o que lhe rendeu o apelido de Dr. Morte. Em seu trabalho ele ganha o apoio de Janet Good (Susan Sarandon), a presidente do Hemlock Society, e a ira dos promotores locais, que abrem um processo contra Jack. O responsável por defendê-lo na corte é Geoffrey Fieger (Danny Huston), que precisa lidar não apenas com o processo em si mas também com a cobertura da mídia ao julgamento

O projeto Direito e Sétima Arte une cinema e Direito para discutir questões da sociedade brasileira. Essa edição contará com a participação dos professores do Instituto Florence, Miguel Ribeiro e Estelma Pontes.

A exibição do filme acontecerá no auditório do Núcleo de Práticas Jurídicas (NIPJ). A participação é gratuita, aberta à comunidade acadêmica e dá direito a 4 horas de atividades complementares.

 

Instituto Florence rende homenagem à presidente de sua mantenedora pela passagem do seu aniversário

O Instituto Florence de Ensino comemora neste sábado, 07/04, os 85 anos da fundadora e presidente de sua mantenedora, Dona Teresinha de Jesus Barbosa Gomes. Seus filhos, familiares, amigos e os colaboradores do  Grupo Florence se reúnem nesta data para louvar e agradecer a Cristo por  mais um ano de sua preciosa vida.

Dona Terezinha está à frente do Florence desde sua criação iniciada em fevereiro de 2000, junto à sua família, promovendo serviços voltados para a socialização do conhecimento científico, contribuindo na qualificação e requalificação profissional da população maranhense no âmbito do ensino técnico, graduação e pós-graduação, prestando serviços educacionais e tendo como princípio educar com responsabilidade social.

Agradecemos por todo seu esforço e dedicação por melhorias e adequações na construção de uma instituição de ensino mais completa.  Receba hoje e todos os dias nossas homenagens e que estas, possam lhe render um grande orgulho, o mesmo que sentimos por tê-la em nossas vidas. E acima de tudo, conte sempre conosco, filhos, amigos e funcionários, para continuar a fazer da educação de nossa cidade, uma educação de excelência.

Com admiração, carinho e gratidão, desejamos muitos anos de vida, com muita saúde, para nossa amada e respeitada Teresinha Barbosa Gomes!

RESULTADO FINAL – PROGRAMA DE MONITORIA ACADÊMICA 2018.1

A Coordenadoria de Pesquisa e Extensão (Conex) informa o resultado final para o Processo Seletivo de Monitoria Acadêmica 2018.1. 

Os alunos aprovados devem comparecer dia 06/04, nas Coordenações de Curso, no seu horário de funcionamento, para assinatura do termo de compromisso. Após assinatura, as atividades de monitoria serão imediatas, devendo o monitor se apresentar ao seu professor-orientador.

Edital 01-2018- Resultado Final Monitoria Acadêmica 2018.1

Suporte para Solicitação de Carteiras de Acesso à Instituição

O Instituto Florence de Ensino informa aos alunos interessados na  emissão da primeira via da carteira de acesso à Instituição que, as fotos para confecção da carteira de identidade estudantil e acesso à Instituição devem ser enviadas ao Núcleo de Tecnologia da Informação – NTI, através do link: http://carteira.florence.edu.br.

O prazo para entrega das carteiras é de no máximo 10 dias, na Secretaria Acadêmica (SECAD).

Mais Informações: 3878.2109 (SECAD).

Profº. do Curso de Direito do Florence conclui Mestrado na UFMA

O Professor do Curso de Direito do Instituto Florence de Ensino Superior, João Bruno Farias Madeira, acaba de concluir seu Mestrado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com a defesa pública de dissertação intitulada “O PODER JUDICIÁRIO E A RESPONSABILIDADE INTERNACIONAL”: Uma interface entre a denegação de justiça ao estrangeiro e a sujeição do estado brasileiro à jurisdição supranacional.

Estiveram presentes na banca examinadora, o Professor Doutor Florisbal de Souza Del’Olmo, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), uma das maiores referências do Brasil em Direito Internacional e o Dr. Roberto Carvalho Veloso, presidente  da Associação dos Juízes Federais do Brasil. O professor João Bruno também contou com a presença de alunos do Instituto Florence que fizeram questão de prestigiar este momento tão importante.

A pesquisa desenvolvida aborda o tema do direito do estrangeiro (visitante, migrante, refugiado, asilado, etc.) e como esse grupo populacional tem as suas demandas apreciadas pelo Poder Judiciário Brasileiro. Investigou-se quais direitos são assegurados à pessoa estrangeira pelo sistema jurídico internacional e se essas garantias são efetivamente observadas pelo Poder Judiciário Nacional. Descobriu-se que em um terço dos processos julgados pelo Brasil denega-se justiça ao estrangeiro pela sua simples condição de origem e nacionalidade, contrariando tratados internacionais em vigor e transformando o estrangeiro em um criminoso sem direitos mínimos concedidos ao nacional. Nesses casos denegatórios de justiça, ponderou-se que é possível ao estrangeiro ou a seu Estado nacional ingressar em tribunais internacionais requerendo a responsabilização Internacional do Brasil, com a consequente condenação aos deveres de cessação do ato ilícito, de não repetição e de reparação do dano causado.

O Instituto Florence o parabeniza pela conquista!

Egressas do curso de Farmácia do Florence se alternam em aprovações para Residência do Hospital Universitário

Enquanto uma egressa do curso de Farmácia do Instituto Florence de Ensino Superior está finalizando sua residência, mais uma Farmacêutica, também egressa da instituição, acaba de ser aprovada para a residência do Hospital Universitário.

Patrícia Batista Ribeiro Corrêa, após dois anos de residência no HU, já está saindo do que pra ela foi uma tentativa pessoal, que só foi possível por vir de uma instituição que realmente prepara o aluno para a vida profissional. “Me propor a fazer uma prova para um hospital de atendimento 100% público e onde normalmente quem entra, é em sua grande maioria, alunos da Universidade Federal do Maranhão, ser aprovada nesse seletivo, vindo de uma instituição privada, pesa muito. Acredito então, que realmente a qualidade do ensino do Florence não perde em nada em relação a UFMA. E para confirmar tal qualidade de ensino, acaba de entrar mais uma egressa do curso de Farmácia do Florence”. Relatou Patrícia.

Jéssica Gama Diniz Rabelo, que se formou em Farmácia no ano de 2017, é a mais nova residente no Hospital Universitário. “Ao sair do Florence fui trabalhar em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) como farmacêutica, mas depois de um tempo resolvi tentar a residência, para me qualificar ainda mais, ser realmente uma profissional diferenciada, com vasta experiência e aprendizado. Assumi a residência há um mês, e não foi fácil passar, mas fui a única egressa de uma instituição particular. Ter estudado  no Florence foi um diferencial, sem dúvida, além de toda estrutura  e responsabilidade com o aluno, o corpo docente é extremamente qualificado e inspirador”.

Luiz Fernando Ramos, coordenador do curso de Farmácia do Florence revelou que esse resultado demonstra a qualificação dos egressos. “Nós sempre incentivamos os alunos para a formação constante, para a formação de profissionais mais qualificados. É motivo de muito orgulho e esperamos que essa conquista desperte o interesse em outros estudantes, buscando sempre a capacitação mais específica em áreas diversas”.

O Florence se orgulha de cada conquista dos seus alunos e egressos e deseja a todos muito sucesso em suas profissões.