Comunicado de Processo Seletivo 2

A Diretoria Acadêmica do Instituto Florence de Ensino Superior, conforme o disposto no art. 57 do Regimento desta Instituição, comunica aos interessados que encontram-se abertas as inscrições para Processo Seletivo Docente Simplificado para Cadastro de Reserva nas disciplinas Básicas da Área da Saúde.
As inscrições e a realização do Processo Seletivo serão regidas pelas normas constantes no edital baixo:

EDITAL Seletivo Area Básica

Florence promove Workshop ministrado por egresso do Curso de Odontologia

O Instituto Florence de Ensino Superior promoveu, na última sexta-feira (22), um Workshop direcionado para alunos do Curso de Odontologia, e ministrado pelo Cirurgião-Dentista e egresso da instituição, Caio Calixto, com o tema: “Fotografando na Odontologia”.

Talvez poucos saibam disso, mas a fotografia está muito presente no cotidiano dos dentistas e profissionais da odontologia. Essa atividade faz parte da área da macrofotografia, que são as imagens com riqueza de detalhes. Seja para registrar a estética dental dos pacientes em suas primeiras consultas (e ao término do tratamento) ou para divulgar o consultório na Internet, o dentista deve ter uma boa câmera em seu local de trabalho.

Desde que o profissional esteja atento às regras de publicidade do Conselho Federal de Odontologia (CFO), ele pode e deve fazer proveito de boas fotos para fidelizar e atrair novos pacientes, além de ter registros de seus melhores trabalhos transformando sorrisos. Os registros fotográficos podem ajudar no diagnóstico e planejamento de forma mais precisa que um modelo de gesso, por exemplo.

“A ideia do Workshop surgiu no momento em que eu comecei a perceber que eu já usava bastante a fotografia dentro da odontologia, apesar de eu ter feito vários cursos ao decorrer da minha história, quando ainda estudava aqui no Florence, eu fui vendo que os últimos que eu fazia o pessoal batia muito na tecla de fotografar. O primeiro curso de odontologia digital que eu fiz, era necessário fotografar o paciente para mandar essa fotografia para o centro de planejamento.  Então, comecei a ver que a fotografia já era e iria se tornar mais forte ainda dentro da profissão do cirurgião-dentista. A fotografia não veio para substituir um equipamento, ela veio para aprimorar a vida do dentista, facilitar as comunicações que hoje são consideradas arcaicas como comunicação com papel”. Explicou o Cirurgião- Dentista e ex-aluno do Florence, Caio Calixto.

Transporte Florence durante interdição da Rua Rio Branco

Prezada Comunidade Acadêmica,

Em virtude das obras públicas realizadas pela Prefeitura de São Luís, que ocasionaram a interdição da Rua Rio Branco, o Instituto Florence de Ensino continua disponibilizando, até que  o fluxo de trânsito seja melhor organizado, transporte para alunos Florence, mas com algumas alterações na rota. Por determinação da Guarda Municipal de Trânsito, ele não poderá mais parar na Rua Rio Branco. Um Fiat Doblò estará realizando o trajeto da Casa do Maranhão (em frente ao Cais da Praia Grande) até a Clínica-Escola do Florence, localizada na Rua Jansen Muller. Os horários são 7h30 às 10h, das 11h às 13h, das 14h às 15h30 e das 18h às 22h, com saídas de 30 em 30 min. 

O acesso ao transporte se dará por meio da apresentação do cartão de identificação do aluno, e no caso de calouros, na verificação do nome em lista.

O Doblò disponível possui placa QNL 0332 e estará com uma sinalização do Instituto Florence, para facilitar sua identificação.

Diretoria – Instituto Florence de Ensino de Ensino

Florence realiza Aula Inaugural para calouros dos Cursos de Odontologia e Enfermagem

O Instituto Florence de Ensino Superior promoveu, na quinta-feira (21), uma  aula inaugural de Introdução à Profissão, para alunos calouros dos Cursos de Odontologia e Enfermagem, ministrada pela professora Tatiana Valois. A aula fez parte da  programação da Semana de Acolhimento de Calouros do primeiro semestre de 2019.

A professora Tatiana Valois,  do Curso de Odontologia do Florence, fala  sobre o objetivo desta aula inaugural. “Este foi um momento de conscientização do papel humanitário do profissional na sociedade, para aguçar o amadurecimento de trabalhar com propósito, para instigar inquietações sobre como solucionar problemas, e para que os alunos tenham consciência que o mundo pode ser melhor porque eles existem”. 

Instituto Florence promove programação de Acolhimento aos Calouros

A Diretoria Geral e Acadêmica do Instituto Florence de Ensino Superior realizaram a Semana de Acolhimento dos Alunos Calouros. Para o início da vida acadêmica, a instituição promoveu uma  programação contando com a participação de Diretores, Coordenadores, Professores do Instituto Florence e Palestrantes convidados, além de City Tour pelas dependências da Faculdade, guiados pelos coordenadores dos cursos.

A programação de Acolhimento que iniciou o 1º semestre letivo de 2019, começou na manhã e noite dos dias 19 e 20 de fevereiro, com a recepção acadêmica dos Calouros dos Cursos de Direito, Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Nutrição, Estética e Cosmética, Ciências Contábeis, Biomedicina e Fisioterapia.

A recepção aos calouros aconteceu simultaneamente nos dois prédios da instituição, com a presença de uma equipe de promotores que receberam a todos com calorosos abraços de boas-vindas, ao som de dois DJ’s, especialmente convidados para o evento. Foi realizada também, a apresentação da Equipe de Coordenação, Diretoria da Instituição, CAP e CPA e relatos de egressos, falando sobre suas experiências, atividades acadêmicas desenvolvidas durante a formação e o mercado de trabalho.

Tiago Henrique Bonfim Rodrigues, egresso do Curso de Enfermagem, fala de sua experiência. “As atividades que o Florence oferece são muito importantes: as monitorias, atividades acadêmicas e promoção das ligas cientificas. Hoje eu fui convidado para falar com os calouros sobre a minha vida acadêmica, e em algum momento no decorrer do curso, eu sei que eles vão se identificar com a minha fala, a maioria passa pelas mesmas experiências, cerca de 90% passam pelas situações que eu relatei”

O egresso do Curso de Farmácia, Rodolfo Mendes, também falou para os calouros sobre sua experiência e mercado de trabalho. “Vejo agora, como egresso do Florence e como Farmacêutico, que a oportunidade que esses novos alunos estão tendo com os ex-alunos, que já estão no mercado de trabalho – mesmo que há pouco tempo graduado – traz para eles satisfação e uma segurança de que o Florence trabalha com excelentes profissionais, buscando sempre pela qualidade dos seus profissionais no mercado de trabalho”.

Maria Almeida, caloura do Curso de Enfermagem, recepcionada pela coordenação do curso, conta de suas expectativas para o futuro profissional. “Eu estava com uma expectativa muito grande, e quando eu cheguei, ela aumentou ainda mais, principalmente pelos alunos e pelos relatos deles. A minha expectativa para os próximos 5 anos aqui, é que eu me torne uma ótima profissional na minha área. E eu vejo no Florence essa credibilidade, esse apoio acadêmico e emocional também, tanto que eu sou uma aluna que migrou de outra cidade pra vir estudar aqui, e foi isso que eu senti, essa familiaridade, essa recepção calorosa, esse cuidado, carinho, e eu realmente tive aqui essa certeza de que posso me tornar uma boa profissional em enfermagem”.

Ainda nesta Semana de Acolhimento, os calouros dos Cursos de Estética, Fisioterapia e Nutrição, protagonizaram um momento importante, onde destacaram a relevância dos referidos cursos, na  área da saúde. Os alunos surpreenderam com  uma  atividade criativa e uma excelente comunicação.

“No dia 20 de março acontecerá a “Cerimônia do Jaleco” para os cursos da área da saúde, como símbolo da iniciação dos mesmos. Até dia 20.02, os calouros estarão envolvidos no “Trote Solidário”, com uma meta de arrecadarmos 1/2 (meia) tonelada de alimentos não perecíveis. Todas essas atividades foram e serão fundamentais para que o nosso calouro já inicie o curso ciente da grande escolha que fez de ser FLORENCE”. Explicou a coordenadora do Curso de Nutrição, profa. Eduarda Gomes Bogea.

 

Instituto Florence comemora os 19 anos de sua fundação

“Feliz daquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”.

(Cora Coralina)

A formação acadêmica, por meio do acesso a uma educação de qualidade, ao longo da História tem se apresentado, em todos os tempos, como garantia de que alternativas surjam e permitam às pessoas o exercício do trabalho autônomo e outras formas de ocupação que lhes propiciem melhores condições de vida.

Neste sábado, 16 de Fevereiro de 2019, o Instituto Florence de Ensino completa 19 anos de existência, mantendo as metas prioritárias, desde sua gênese: Gerar e difundir conhecimento para formar profissionais dotados de senso crítico, competências e habilidades e de princípios ético-humanísticos, com aptidão para atuar junto às diferentes demandas da sociedade, especialmente a maranhense, a partir de um ambiente acadêmico que harmonize a qualificação técnica, a cidadania, a competitividade e a inovação.

O Florence  é gerenciado pela família Barbosa Gomes, e tem como uma das fundadoras e Diretora Geral, a Enfermeira e Professora Rita Ivana Barbosa Gomes, Docente e Pesquisadora do Departamento de Enfermagem da Universidade Federal do Maranhão, Especialista em Educação Profissional na Área de Saúde/Escola Nacional de Saúde Pública, Especialista em Saúde Pública com Concentração em Gerenciamento de Programas Comunitários de Saúde/UFMA, Mestre em Saúde e Ambiente/UFMA e Doutora em Saúde Coletiva/UFMA, tendo como linha de pesquisa o estudo do uso de drogas por jovens estudantes.

Com vasto currículo acadêmico e profissional, reconhecido espírito empreendedor  e atenta às demandas sociais e profissionais da população maranhense, a Diretora Geral do Instituto Florence tem marcado a história da educação profissional no nosso Estado, por incluir socialmente jovens e adultos no mundo do trabalho, ao lado de sua mãe Dona Teresinha de Jesus Barbosa Gomes, Presidente da Mantenedora, que é um exemplo de ser humano idealista e também está à frente do Florence desde sua criação iniciada em fevereiro de 2000. A criação do Grupo Educacional Florence confirma a índole combativa e de grande ousadia, marcas fundamentais dessa grande mulher, que inspirou toda a sua família. Para dona Teresinha, o sonho de cada jovem que se deixa transformar pela educação e pelo conhecimento seria a reprodução, num ambiente mais favorável, da sua própria história, numa inevitável identificação que muito a emociona e que enxerga cada vez mais sentido na sua linda história de vida, mas, sobretudo de amor. Depois de grandes embates e dificuldades, D. Teresinha, ao lado de suas filhas, a enfermeira Rita Ivana e a médica Filomena Regina Barbosa Gomes Galas, Coordenadora da UTI Cirúrgica e da Anestesiologia do Instituto do Coração, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), Coordenadora da UTI do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), Coordenadora da UTI Cardiológica do Sírio Libanês e Integrante do Corpo de Livre Docentes da disciplina de Anestesiologia da FMUSP, apoiadas por toda a família, conseguiram concretizar um sonho ainda maior.

A Profa. Dra. Rita Ivana Barbosa Gomes, diretora geral do Instituto Florence, destaca os principais momentos de todo o percurso desde a criação da instituição, até hoje. “Temos uma trajetória muito bonita, porque somos uma empresa que nasceu de trabalhadores, de professores e de pessoas com a experiência na área da saúde e na área da educação. Então, é uma empresa que começou por uma família e com profissionais do mercado que se destacavam nesta área. Desde o começo, não fomos uma escola com um interesse meramente lucrativo, tivemos sempre a consciência de fazer um trabalho de inclusão e sempre pensamos muito nas pessoas que moravam mais distante, no interior do Estado, até porque a nossa família é do interior. Então, a nossa ideia sempre foi facilitar a inserção desse aluno de outras cidades no ensino profissionalizante, com qualidade. No meu caso, que sou uma das fundadoras, com muito orgulho, já percebia a necessidade urgente de profissionais técnicos de enfermagem, com uma qualidade de destaque no mercado, porque profissionais com uma boa formação têm uma maior valorização e o efeito disso, é uma assistência mais qualificada e humanizada. Fomos a terceira escola técnica da rede privada a implantar cursos profissionalizantes na área da saúde, e também a primeira escola que se preocupou com a questão da teoria e prática de laboratório, para melhorar as habilidades. Nos preocupamos em colocar o aluno no campo, no ambiente hospitalar, na prevenção, nas comunidades, porque pensamos muito em fazer um curso que desse mais ênfase à prevenção. Ocupamos espaços nas comunidades, nos postos de saúde, trabalhamos com projetos de extensão, várias ações sociais, e tivemos a oportunidade de discutir muito essa questão de regulamentação e sistematização de normas, para estarmos inscritos no cadastro nacional do Mec e ainda fomos os primeiros a ter autorização de funcionamento em EAD.”

A diretora finaliza com mais resultados desses 19 anos. “Nós tivemos uma visão muito boa de formação e realizamos um projeto muito eficiente, porque os resultados deles são duradouros. Os alunos do Florence conseguem alcançar seus objetivos, geralmente são destaques nas empresas em que trabalham,  nossos alunos não saem somente com as habilidades específicas, mas saem com a visão de gestão, de empreendedorismo e com vontade de continuar. A nossa missão não é só formar bem, mas fazer com que o aluno seja o autor da sua própria história, de sua independência em busca do conhecimento. Temos a confiança da sociedade no nosso compromisso com o ensino de qualidade inclusiva e o ensino que faz a diferença”.

Atuando desde fevereiro de 2000, o Instituto Florence de Ensino, promove serviços voltados para a socialização do conhecimento científico, contribuindo na qualificação e requalificação profissional da população maranhense no âmbito do ensino técnico, graduação e pós-graduação. Localizado no Centro Histórico de São Luís/MA, o Instituto presta serviços educacionais tendo como princípio educar com responsabilidade social e, dessa forma, já lançou no mundo produtivo mais de 15.000 profissionais.

O Florence iniciou sua história de sucesso com a sua primeira turma do curso técnico em Enfermagem e, desde então, vem ampliando os serviços prestados à sociedade maranhense.  O reconhecimento de todo trabalho desenvolvido pelo Instituto pode ser evidenciado quando este foi selecionado pelo Ministério da Saúde, através de licitação internacional, para executar o PROFAE, um programa de formação voltado para qualificação de Auxiliares de Enfermagem, que se constituiu a maior referência de formação de recursos humanos em Saúde do mundo. Neste sentido o Instituto provou estar entre as melhores escolas de enfermagem do Estado do Maranhão, sendo consagrado em primeiro lugar, por apresentar um projeto pedagógico de excelência para qualificação de técnicos de Enfermagem, no processo licitatório do Ministério da Saúde, em 2008.

Coroando essa trajetória de sucesso o Instituto consegue, em 2006, a autorização do Ministério da Educação para o funcionamento de cursos de graduação, e em 2007 inicia suas atividades com a 1ª turma dos Cursos de Graduação em Enfermagem e Farmácia, que vem se constituindo referência no ensino em Saúde.

Em 2008, iniciou a oferta de cursos de Pós-graduação tendo como foco as duas áreas compreendidas como estratégicas para o bem estar do indivíduo e do cidadão – educação e saúde e a partir de 2010, pleiteou a autorização dos Cursos de Graduação em Odontologia, Direito, Nutrição, Estética & Cosmética, Ciências Contábeis, Biomedicina e Fisioterapia, junto ao Ministério da Educação, obtendo excelentes conceitos na avaliação do MEC para funcionamento dos cursos.

A Diretora Acadêmica da instituição, Profa. Ildoana Paz Oliveira, também comenta sobre essa trajetória que completa 19 anos. “O Florence é uma empresa, uma instituição de ensino que cresceu rapidamente em prol da sua essência, da sua responsabilidade social, dos seus objetivos, e principalmente, pelos seus mantenedores.  O Florence começou em 2000, quando poucos acreditavam nas escolas técnicas, na formação profissionalizante. Então, ele entrou nesse mercado desafiando essa formação e trabalhando com o curso técnico em enfermagem e assim, começou a investir, a demonstrar para a sociedade o quanto é necessário qualificar. O Florence foi pioneiro e também responsável por mudanças, pela melhoria da qualidade da saúde, a partir do momento em que ele começou a qualificar as pessoas para que elas pudessem observar com outros olhares, para não ver a saúde só no campo da assistência, mas da prevenção e da reabilitação, ou seja, saúde com um olhar mais humano. Então, nós somos uma instituição que abraçamos essa causa até hoje, de  serviços prestados à sociedade e muito focados nessa responsabilidade social de buscar as áreas mais carentes, fazer um trabalho em parceria, que fez com que o Florence cada vez mais ganhasse credibilidade, recebesse mais atenção dessas múltiplas comunidades e da sociedade em si, nos dando mais incentivo a continuar nesse programa de formação. E seguimos avançando, mantendo-nos como escola técnica, chegando a graduação e pós-graduação e hoje nós temos uma história muito bonita, de muita luta, de respeito pelo nosso Estado, uma história de contribuição. Assim, esperamos ter mais 19 anos de muita luta, esperamos contribuir ainda mais com o nosso Estado, e o Florence sente-se muito honrado por essa contribuição e também em dizer que a nossa marca veio para quebrar paradigmas, e que nós vamos continuar quebrando paradigmas, como uma instituição privada e pioneira dentro da área da educação”.

E por que o  Florence ocupa tal posição? Seu trabalho, empenho e luta, em muito colaboram para esse feito, por jamais abandonar o seu maior compromisso, que é a busca por uma educação de qualidade e com excelência, consolidando-se como uma  instituição referenciada por essa excelência no ensino, pesquisa e extensão, na formação profissional diferenciada, na eficiência da gestão de seus processos internos, na solidez de suas parcerias e por sua harmoniosa integração no desenvolvimento da sociedade.

 

 

Nota de Esclarecimento

O Instituto Florence de Ensino Superior vem a público prestar esclarecimentos sobre os procedimentos de segurança que são adotados no que se refere à realização de matrículas e pagamento de mensalidades.

Ao longo de nossa trajetória atuando no segmento da educação superior, o Instituto Florence jamais delegou a terceiros os processos de matrículas ou pagamento de mensalidades, pois estes são feitos por meio de boleto bancário.

Desde já agrademos pelo entendimento da questão.

Atenciosamente,

Diretoria – Instituto Florence de Ensino Superior

Florence recebe Plenária do CRF-MA para entrega de carteiras aos egressos do Curso de Farmácia


O Instituto Florence de Ensino Superior recebeu, na quinta-feira (14), a Plenária do Conselho Regional de Farmácia (CRF-MA), onde foi realizada a entrega das carteiras provisórias, para os egressos do Curso de Farmácia do Instituto Florence e de outras instituições de ensino.

O Presidente do Conselho Regional de Farmácia, Dr. Carlos Augusto Barboza Toledo, que também é professor do Curso de Farmácia do Florence, fala sobre a iniciativa da realização desta Plenária .“Quando começamos o processo da nossa da nossa gestão, procuramos estreitar as relações do Conselho Regional de Farmácia, junto às instituições formadoras de profissionais farmacêuticos. Nessas reuniões tiveram várias solicitações para que pudéssemos realizar as sessões plenárias dentro das instituições e estamos neste momento aproveitando que o número de egressos do Instituto Florence é um número bem grande e trouxemos essa sessão plenária para a instituição, onde será feito a conferência das carteiras dos profissionais”.

A egressa do Curso de Farmácia do Florence, Laura Oliveira Ribeiro, comemora esta conquista. “Sou com muita honra ex-aluna do instituto Florence de Ensino Superior, e hoje estou vivendo  uma experiência maravilhosa, é uma realização muito grande estar aqui para poder compartilhar desse momento, é uma alegria que eu mesma não consigo explicar. Nos sentimos acolhidos até nesse momento, e é um imenso prazer reencontrar os professores,  estar com os representantes do Conselho Regional de Farmácia e saber que eu vou receber minha carteira, com a qual eu posso afirmar que sou uma farmacêutica habilitada, formada pelo Instituto Florence. Temos uma credibilidade muito grande pelo ensino que recebemos, tanto que já tenho meu emprego garantido por ter sido aluna do Florence e estou muito feliz, obrigada.

Receber a Plenária do Conselho Regional de Farmácia foi um momento muito importante para o instituto Florence, que ainda teve o prazer de receber os seus egressos para serem contemplados com suas carteiras profissionais, e abrindo suas portas também, para os egressos de outras instituições. “Hoje recebemos alunos de outras universidades daqui do Maranhão, que conheceram a nossa instituição e também receberam suas carteiras aqui em nossa casa.  É uma honra para nós, como coordenação de curso, e é uma honra também para a diretora geral,  a professora Rita Ivana e da nossa presidente da mantenedora, Dona Terezinha, que não se fazem presentes fisicamente, mas estão representadas, não por nós professores da casa, mas por todos esses egressos que acabam de receber suas carteiras”. Finalizou o Coordenador do Curso de Farmácia do Instituto Florence, Prof. Luiz Fernando Ramos.