Coordenadora do Instituto Florence participa do II Congresso Piauiense de Direito Constitucional

A Coordenadora de Extensão e Relacionamento Institucional do Instituto Florence de Ensino Superior, Profa. Ma. Ana Maria Marques, participou do II Congresso Piauiense de Direito Constitucional, realizado de 24 a 26 de abril, em Teresina, no Auditório do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, onde ministrou o  minicurso: “A literatura como Instrumento Epistemológico para pensar o Direito”.

A professora Ana Maria Marques, que é Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Maranhão, falou sobre a sua participação. “Foi uma valiosa experiência poder representar o Instituto Florence no II Congresso Piauiense de Direito Constitucional, organizado pelo Parlatório Jurídico, em homenagem ao Profº Ingo Wolfgang Sarlet, cuja produção acadêmica é de grande importância para o processo de construção e garantia do direito no Brasil. Ministrar o minicurso e dividir com os acadêmicos de Direito do Piauí e demais localidades que ali estavam a experiência do nosso trabalho de pesquisa em Direito, Literatura e Cinema, desenvolvido no Curso de Direito do Florence foi um dos momentos mais marcantes do evento, que finalizou com a intensidade das ponderações da Ministra Carmén Lúcia sobre a dignidade como valor e como princípio”.

Esta segunda edição do Congresso Piauiense de Direito Constitucional prestou homenagem ao Prof. Ingo Wolfgang Sarlet, que proferiu a Conferência Magna de Abertura – “Proteção Constitucional do Meio Ambiente e Proibição de Retrocesso”

A Ministra do Superior Tribunal Federal (STF), Carmén Lúcia Antunes Rocha, foi a palestrante da Conferência Magna de Encerramento, com o tema : “Dignidade da Pessoa Humana, República e Democracia na CF”.

Instituto Florence recebe as visitas do Corregedor da PGE-MA e da Supervisora da SEGEP

Na última segunda-feira (29), o Instituto Florence de Ensino recebeu a visita do Corregedor da Procuradoria Geral do Maranhão (PGE), Rogério Belo Pires Matos, que veio alinhar os detalhes do segundo Processo Seletivo da Procuradoria Geral para estagiários, que será novamente realizado no prédio do Núcleo de Práticas Jurídicas do  Instituto Florence, no dia 17 de maio, das 14h às 17h. 

Nesta mesma segunda, a Supervisora de Gestão, Promoção e Qualidade de Vida do Servidor (SAVS/SEGEP), Elyssandra Costa, também esteve em visita ao Instituto Florence, representando a Secretaria em sua nova gestão, que atua agora com novas perspectivas sobre os conveniados. 

O Florence como conveniado e parceiro das Secretarias do Estado do Maranhão, recebeu a representante para alinhar novas práticas e ações em benefício do servidor público, para manter e fortalecer a parceria.

Os dois representantes dos órgãos estaduais, foram recepcionados pela Coordenadora de Extensão e Relacionamento Institucional, Profa. Ana Maria Marques.

Instituto Florence realiza Curso de Extensão em Nutrição

O Instituto Florence de Ensino Superior, por meio da coordenação do Curso de Nutrição, realizou no último sábado (27), o Curso de Extensão na área de Nutrição: “Desvendando a importância do Kefir e de fermentos naturais para a prevenção de doenças”.

O Curso, com um tema inédito em faculdades de São Luís, que teve o objetivo de disseminar a importância do Kefir e da utilização de fermentos naturais na prevenção de doenças, foi realizado com exposição teórica e prática, ministrado pela nutricionista Geovana Campos Correa, especialista em Tecnologia e Inovações na área de alimentos e bebidas.

Esse é um tema que, segundo a especialista, está intimamente ligado a todos e, especialmente aos nutricionistas, porque lida diretamente com a saúde do cliente/paciente, e quanto mais souberem sobre grãos, cereais, tubérculos, raízes, e aproveitarem todo o alimento em benefício da saúde, muito melhor. “O Kefir, dentro da legislação brasileira, é um leite fermentado a partir dos seus próprios grãos,  sendo considerado muito melhor que próprio leite, porque ele apresenta na sua estrutura microbiana elementos que o leite não possui, e na sua maturação tanto em temperatura ambiente ou de refrigeração, ele possibilita inúmeras perspectivas que outro  de tipo de leite não tem. No Brasil, ainda estamos engatinhando na utilização do Kefir, mas na Europa, já é utilizado em queimaduras, por exemplo, ajudando numa maior agilidade em repor a pele, e também na prevenção do câncer. Nos já temos inúmeros estudos que comprovam que ele altera a microbiota intestinal beneficamente, ajuda na questão da intolerância à lactose, porque ele tem uma enzima que reduz a intolerância, por meio do substrato feito do Kefir. E agora é o nosso momento de expor o Kefir nacionalmente e trazer isso para todos”. Explicou Geovana Campos.

A nutricionista ainda falou sobre o convite que recebeu do Florence, por meio da coordenação do Curso de Nutrição, para falar sobre o Kefir. “O Florence me deu a oportunidade de mostrar todo o meu conhecimento aqui, porque eu particularmente nunca vi ninguém divulgando o assunto a nível de plateia. Só vi mesmo em laboratórios, onde ficava restrito aos pesquisadores, assim como eu ficava restrita às minhas  pesquisas. Então, é a primeira vez que estou tendo a oportunidade de expor esses conhecimentos. Estou muito feliz por essa oportunidade, e parabenizo a instituição pela iniciativa inédita”.   

 

 

Curso de Odontologia do Instituto Florence promove Projeto de Extensão “QUINTA ODONTOLÓGICA”

A Coordenação do Curso de Odontologia do Instituto Florence de Ensino Superior promoveu, na ultima quinta-feira,(25), mais uma edição do Projeto de Extensão “Quinta Odontológica”. Este projeto foi idealizado para proporcionar uma constante atualização dos estudantes de Odontologia.  A cada dois meses é escolhida a última quinta-feira para que os alunos possam ter contato com temas atuais da odontologia e com palestrantes de renome nacional.

Nesta edição, aberta para todas as instituições de ensino, o palestrante  convidado, Prof. MSc. Rafael Soares Diniz, ministrou palestra com o tema: “O Uso de Concentrados Sanguíneos na Preservação e Reconstrução Alveolar”.

“Esse é um tema atual, muita gente não tem tanta vivência, por ser um tema de especialidade da Implantodontia. Então, essa é uma área que desde a graduação se pode plantar uma sementinha, e a partir do momento em que o aluno sai da graduação, ele pode desenvolver melhor esses procedimentos, no consultório ou nos serviços públicos, lindando melhor com o seu paciente”. Declarou o professor, que também falou sobre sua participação no Projeto Quinta Odontológica. “Já estive aqui no Florence outras vezes, e sempre que eu venho é incrível. Os alunos participam muito e são bem atentos a essa odontologia moderna, atual, que  realmente é a odontologia que eles vão vivenciar logo quando saírem da faculdade”.

Esta edição do projeto recebeu também a visita especial do Presidente do Conselho Regional de Odontologia (CRO-MA),  Rafael  Avellar de Carvalho Nunes, que falou para os estudantes sobre as diretrizes e o funcionamento do CRO. “Anteriormente, as faculdades tinham uma visão de que o Conselho só poderia estar conversando com os futuros profissionais, depois que eles se formassem.   E essa visão de trazer o Conselho para dentro da faculdade para conversar com os acadêmicos é de extrema importância pra que eles saiam profissionais mais capacitados eticamente. Nós não somos responsáveis  pela formação deles, mas podemos ajudar e transformar esses alunos em profissionais mais éticos.  E essa ideia de trazer o Conselho para conversar com os alunos, nesse evento é importantíssimo e o Conselho incentiva isso. Explicou o Presidente.

Curso de Nutrição do Instituto Florence promoverá Curso de Extensão

O Curso de Nutrição do Instituto Florence de Ensino Superior promoverá, no próximo sábado (27), das 8h20 às 12h, o Curso de Extensão na área de Nutrição: “Desvendando a importância do Kefir e de fermentos naturais para a prevenção de doenças”.

Como o objetivo de disseminar a importância do Kefir e da utilização de fermentos naturais na prevenção de doenças, o curso terá exposição teórica e prática e será ministrado pela nutricionista Geovana Campos Correa, especialista em Tecnologia e Inovações na área de alimentos e bebidas.

O que é o Kefir?

Também conhecido como quefir, cogumelos tibetanos, plantas de iogurte, cogumelos do iogurte, kephir, kiaphur, kefer, knapon, kepiand e kippi, o kefir é uma bebida fermentada a partir de elementos chamados popularmente de grãos de kefir.

Esses grãos, na verdade, são um conjunto microbiano ou um conjunto de microrganismos variados responsáveis pela fermentação do líquido. Eles podem ser encontrados de 2 tipos, o conjunto de kefir de água e o de leite.

Entre os benefícios comprovados do consumo da bebida, devido à ação probiótica, estão a melhoria da função intestinal, melhorias nas funções digestivas, reequilíbrio da flora intestinal, auxílio ao sistema imunológico e combate a agentes patogênicos, como bactérias nocivas.

 

Coordenador da EaD do Florence tem trabalho científico publicado em livro

O Coordenador da  EaD (Educação a Distância) do Instituto Florence de Ensino Superior, professor Januário Rosendo Máximo Júnior,  teve seu trabalho científico,  intitulado: “Filosofia da ciência, currículo e formação docente na área de Ciências Naturais: um estudo exploratório.”, publicado no capítulo 3, do livro eletrônico “Investigação Científica nas Ciências Humanas e Sociais Aplicadas”, lançado pela  Atena Editora.

O coordenador falou sobre a importância da publicação que vem de encontro à missão da instituição que é gerar e difundir conhecimento para formar profissionais dotados de senso crítico, competências e habilidades e de princípios ético-humanísticos, com aptidão para atuar junto às diferentes demandas e realidade da sociedade. “É de fundamental importância para uma instituição de ensino que tenha nos seus quadros professores pesquisadores que estejam sempre investigando a realidade e produzindo novos olhares, ideias e concepções sobre a mesma.  No trabalho acadêmico é importante o desenvolvimento da pesquisa, para que possamos melhor compreender a realidade e agir sobre ela.”

Mestre em Educação pela Universidade Estadual do Ceará (UECE),  o professor Januário Rosendo,  integra o grupo de pesquisa: Currículo, Subjetividade e Desenvolvimento Profissional Docente (Registrado no Departamento de Fundamentos da Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e na Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFC, Registrado no CNPq). Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal do Maranhão, Especialista em Filosofia Clinica e também em Magistério Superior. Exerceu a função de professor no ensino fundamental em escola particular, no ensino médio em escolas públicas e no Ensino Superior em Instituições públicas e privadas, com interesse nas áreas de educação, ensino de filosofia da ciência, currículo, formação de professores e educação e diversidade étnico-racial, sexual e de gênero.

 

Curso de Odontologia do Instituto Florence promoverá o Projeto de Extensão “QUINTA ODONTOLÓGICA”

A Coordenação do Curso de Odontologia do Instituto Florence de Ensino Superior promoverá, no próximo dia 25 de abril, às 16h, no Auditório Antônio Ives, o Projeto de Extensão “Quinta Odontológica”, projeto que foi idealizado para proporcionar uma constante atualização dos estudantes de Odontologia.  A cada dois meses é escolhida a última quinta-feira para que os alunos possam ter contato com temas atuais da odontologia e com palestrantes de renome nacional.

Nesta edição, aberta para todas as instituições de ensino, o palestrante  convidado, Prof. MSc. Rafael Soares Diniz, falará sobre: “O Uso de  Concentrados Sanguíneos na Preservação  e Reconstrução Alveolar”.

A entrada  para os participantes será a doação de um kit de higiene,  com direito a certificado de 4 horas de atividades complementares.

Integrantes do Comitê de Ética do Instituto Florence participam de Capacitação




O Instituto Florence de Ensino Superior, por meio da Coordenação de Pesquisa e Extensão (Conex), realizou uma capacitação para os integrantes do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP).

O Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto Florence de Ensino Superior, denominado CEP-FLORENCE, foi aprovado em fevereiro de 2019, e instituído pela Resolução n. 003 de 05 de setembro de 2018, do CONSUP desta Instituição de Ensino, de acordo com o que determina a Resolução 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde do Ministério da Saúde (CNS/MS) e as normas vigentes complementares, bem como a Norma Operacional n. 001/2013, no que diz respeito aos aspectos éticos das pesquisas envolvendo seres humano. É uma instância colegiada de natureza consultiva, deliberativa, normativa, educativa e independente, vinculada à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e independente, de relevância pública, criado para defender os interesses dos participantes da pesquisa em sua integridade e dignidade e para contribuir no desenvolvimento da pesquisa dentro de padrões éticos.

O CEP-FLORENCE tem como objetivo identificar, analisar e avaliar as implicações éticas nas pesquisas científicas que envolvem seres humanos direta ou indiretamente, visando à observância das normas éticas na defesa dos direitos dos envolvidos na pesquisa, que são os participantes, pesquisadores e instituições, individual ou coletivamente considerado.

A missão do CEP é salvaguardar os direitos e a dignidade dos participantes da pesquisa. Além disso, o CEP contribui para a qualidade dos trabalhos científicos ao avaliar a adequação da proposta da pesquisa, dos materiais e métodos, da abrangência das referências bibliográficas, para a discussão de conhecimento no desenvolvimento institucional e social da comunidade e para a valorização do pesquisador ao ter sua pesquisa reconhecida do ponto de vista ético e científico.

O evento aconteceu na última segunda-feira (15), abordando o tema: “Desenvolver a Pesquisa com Padrões Éticos é a Base da Educação de Qualidade”, com a participação do Prof. Dr. Rudys Rodolfo de Jesus Tavarez, além da capacitação, que foi realizada pela Profa. Dra. Ana Maria Aranha Magalhães Costa, para os integrantes do comitê e professores da instituição.

Durante a capacitação a professora abordou aspectos relevantes, tais como: Análise Ética de Projetos Submetidos à Plataforma Brasil; Ética; Resoluções e Normas para Pesquisa com Seres Humanos no Brasil; Diretrizes sobre Atribuições do Sistema CEP/CONEP; Diretrizes para Análise de Pesquisas Envolvendo Seres Humanos e TCLE (Termo de Conhecimento Livre e Esclarecido).

A coordenadora da Conex, Profa. Dra. Anali Linhares, comenta sobre a importância e os resultados obtidos nesta capacitação. “A importância do CEP é evidente, pois irá proporcionar a realização de pesquisas que contribuam com o aumento do conhecimento científico da humanidade dentro de padrões éticos cada vez mais elevados, ou seja, respeitando cada vez mais o direito à vida em todas as suas formas e a integridade biopsicossocial do ser humano, enquanto ser complexo que pensa, age e interage com o ambiente em que o cerca e que, por este motivo, deve atuar de forma ética e responsável em todas as suas relações, sejam elas com outros seres humanos ou com o meio ambiente. E os resultados passam pelos conhecimentos adquiridos no treinamento dos membros do CEP para que estes possam emitirem  pareceres embasados nas resoluções vigentes”.

 

 

Comunicado Feriado Semana Santa

Prezada Comunidade Acadêmica,

O Instituto Florence de Ensino comunica que, em virtude das Festividades da Semana Santa, não haverá funcionamento na Instituição no período de 18 a 20 de abril.

Sendo assim, as atividades serão retomadas normalmente dia 22 de Abril (segunda-feira).

Atenciosamente,

Diretoria Acadêmica- Instituto Florence de Ensino